Sete animações portuguesas no Festival de Annecy

14/06/2022
Há três longas-metragens e quatro curtas em competição no festival de animação, que arrancou esta semana em França.

"Nayola”, de José Miguel Ribeiro, está na competição oficial e "Os Demónios do Meu Avô”, de Nuno Beato, foi selecionado para a secção não competitiva, Contrechamp. "Interdito a cães e italianos", de Alain Ughetto, uma coprodução minoritária entre França, Itália, Suíça, Bélgica e a portuguesa Ocidental Filmes, também integra a lista de nomeados a concurso.


"Nayola” tem argumento de Virgílio Almeida e baseia-se na peça de teatro "A Caixa Preta” de José Eduardo Agualusa e Mia Couto. A história tem como pano de fundo Angola e a guerra civil que toca três gerações de mulheres.

Na seleção oficial de curtas-metragens encontram-se duas produções da BAP Studio: "Garrano", de David Doutel e Vasco Sá, e "O homem do lixo", de Laura Gonçalves. Esta última, acabou de ser agraciada com o grande prémio e o do público no festival Animafest Zagreb, que terminou a 11 de junho.  

De acordo com a sinopse divulgada pela produtora Sardinha em Lata, "Os Demónios do Meu Avô”, mostra a viagem de Rosa, uma profissional bem-sucedida que decide abandonar a cidade e regressar ao lugar da sua infância, vivida ao lado do seu avô em Trás-os-Montes, onde se vai deparar com um grupo de demónios de barro que parecem ganhar vida para lhe dar algum conforto.


"Interdito a cães e italianos", centra-se na história de família de italianos, na década de 1930, que sai da sua terra em busca de um local "onde os dólares crescem nas árvores”.

Na seleção oficial de curtas-metragens encontram-se duas produções da BAP Studio: "Garrano", de David Doutel e Vasco Sá, e "O homem do lixo", de Laura Gonçalves. Esta última, acabou de ser agraciada com o grande prémio e o do público no festival Animafest Zagreb, que terminou a 11 de junho. 

"Garrano” é sobre um cavalo forçado a trabalhar sob um sol abrasador e um rapaz pago para incendiar um pinhal.

Ainda a concurso na categoria de curtas-metragens de Final de Curso encontra-se "Second", de André Santos Martins sobre a possibilidade de uma sociedade cibernética e uma outra vida noutra dimensão.

Há ainda uma produção de realidade virtual, "Affiorare", de Rossella Schillaci, uma coprodução da Laranja Azul (Catarina Mourão) e Mybosswas (Federico Biasin), que é uma espécie de conto de fadas entre mães e crianças que vivem na prisão.

A coprodução de França, Países Baixos e a portuguesa Animanostra "They shot the piano player", de Fernando Trueba e Javier Mariscal, também faz parte do programa. Apesar de ainda não estar completa é destacada como "Work in Progress".