Recorde de filmes portugueses a competir no IndieLisboa

Fonte: Com Lusa
07/05/2024
O festival de cinema independente anunciou hoje a programação da sua 21.ª edição, que começa a 23 de maio, com mais de 2 dezenas de obras portuguesas na competição oficial.
Em 2024 o IndieLisboa incluiu na competição principal oito longas-metragens e 18 curtas portuguesas. Em estreia mundial estarão as longas-metragens "Banzo”, de Margarida Cardoso, "O ouro e o mundo”, de Ico Costa e "O melhor dos mundos”, de Rita Nunes. 

Em "Banzo”, Margarida Cardoso propõe novo momento de reflexão sobre colonialismo e África, através de uma ficção sobre "um médico de uma plantação numa ilha tropical africana que, em 1907, terá de curar um grupo de serviçais ‘infetados’ pelo Banzo, a nostalgia dos escravos”.

"O ouro e o mundo”, de Ico Costa, também remete para África, com a narrativa focada "num jovem casal de uma pequena cidade de Moçambique”. "Para escapar à precariedade, Domingos embarca então numa viagem por Moçambique, com destino às minas de ouro no norte do país”, refere a sinopse desta ficção, produzida entre Portugal e França.

"O melhor dos mundos", de Rita Nunes, protagonizado por Sara Barros Leitão e Miguel Nunes, é um drama passado em 2027 com um casal de cientistas e um possível sismo em Lisboa.

Integram ainda esta seleção outros filmes que já passaram pelo circuito internacional de festivais como "Mãos no Fogo”, de Margarida Gil, "Estamos no ar”, de Diogo Costa Amarante, "Manga d’Terra”, de Basil da Cunha, "Contos sobre o esquecimento”, de Dulce Fernandes, e "Greice”, do realizador brasileiro Leonardo Mourameteus. Das curtas, destacam-se "Shrooms”, de Jorge Jácome, "Slimane”, de Carlos Pereira, "Noturno para uma floresta”, de Catarina Vasconcelos, ou "Quando a terra foge”, de Frederico Lobo, que também foi escolhido para a Quinzaine des Cinéastes do Festival de Cannes.

A abertura será com o documentário "I’m not everything I want do be”, de Klára Tasovská, sobre a artista checa Libuse Jarcovjáková e no encerramento, a 2 de junho, será exibido "Dream Scenario”, de Kristoffer Borgli, uma comédia negra protagonizada por Nicholas Cage.

A 21ª edição apresenta uma nova secção, intitulada "Rizoma”, que inclui filmes como "Desconhecidos - All of us Strangers”, de Andrew Haigh, com Andrew Scott e Paul Mescal, e o documentário "No other land”, filme coletivo feito por ativistas israelitas e palestinianos.

As sessões do IndieLisboa decorrem nos cinemas São Jorge, Ideal, Fernando Lopes, na Culturgest e Cinemateca Portuguesa.

O programa completo está disponível no site do festival.