Quatro projetos audiovisuais portugueses no Conecta Fiction

Fonte: Lusa e Conecta Fiction
14/05/2024
Quatro projetos de séries portuguesas, entre as quais os policiais “Águas Passadas” e “A Célula Adormecida”, vão ser apresentados em junho em Toledo, Espanha

O Conecta Fiction & Entertainment é um mercado internacional dedicado à indústria audiovisual, que acontece desde 2017 em Espanha, e que põe em contacto profissionais de mais de 50 países na apresentação de projetos, debates e palestras.

Este ano Portugal e Brasil são os países em foco, e por isso têm várias produtoras, empresas de audiovisual e entidades convidadas.

No programa de coproduções para séries de ficção figuram "Águas Passadas”, da Caracol Studios, "A Célula Adormecida”, da SPi, e "Novas Narrativas de Caça”, da produtora Galo Bravo.

"Águas Passadas” é um ‘thriller’ a partir do romance policial homónimo de João Tordo, publicado em 2021 e protagonizado pela subinspetora da PSP Pilar Benamor, que terá de deslindar dois crimes ocorridos em Lisboa.

"A Célula Adormecida”, que está em desenvolvimento e conta com apoio do ICA, é assinada por Nuno Nepomuceno e Miguel Simal, e tem produção da SPi. "Quando Lisboa acorda com a notícia de um atentado terrorista, seguido da morte do primeiro-ministro, um professor e uma jornalista unem esforços para pôr fim a uma conspiração internacional que remete para os seus passados”, lê-se na sinopse.

Também na programação de coproduções figura o projeto da série televisiva "Novas narrativas de caça”, de Luís Almeida e Victor Lemos, composta por sete episódios com outras tantas histórias unidas pelo mesmo tema: "A busca de identidade e pertença de portugueses negros, afrodescendentes, que lutam para fazer parte de uma sociedade que muitas vezes os ignora e oprime”, refere a página oficial do projeto.

"Novas narrativas de caça” é uma iniciativa de Many Takes e Galo Bravo e entre os autores associados a cada episódio estão Luís Almeida, Cláudia Semedo, Gisela Casimiro e Diogo Carvalho.

No programa do Conecta dedicado a projetos de séries de música figura "Um lugar ao sol”, também produzido pela SPi, com argumento de Pedro Lopes, Catarina Bizarro, Manuel Mora Marques, Marina Preguiça Ribeiro e Marta Pais Lopes.

A série segue Beatriz, artista de 35 anos, à beira de desistir da carreira na música, sem concertos, com uma filha e com um álbum ignorado pelo público.

A todos estes projetos junta-se ainda, no programa dedicado a séries documentais de drama, a série brasileira "Gisberta – Vida e morte de uma mulher trans”, com argumento de Rodrigo Reboucas e produzido pela Volf Entertainment, do produtor e realizador português Leonel Vieira. O projeto é sobre a morte da trans brasileira Gisberta Salce, assassinada em 2006, no Porto, por um grupo de adolescentes.

O Conecta Fiction & Entertainment decorrerá de 18 a 21 de junho em Toledo e entre as entidades convidadas estão o Instituto do Cinema e Audiovisual, a Portugal Film Commission, a Associação de Produtores Independentes de Televisão, as produtoras Coral, SPi, Caracol Studios, Ukbar Filmes, Nu Boyana FX, Arquipélago Filmes e os canais televisivos RTP e TVI.