Portugueses em Annecy

18/03/2024
A organização do festival de cinema de animação francês revelou que há 3 filmes portugueses a competir: “Percebes”, “Amanhã não dão chuva” e a coprodução portuguesa “Mont Noir”.
Este ano haverá uma forte presença portuguesa na 48ª edição do Festival Internacional de Cinema de Animação de Annecy, que vai decorrer de 9 a 15 de junho, e Portugal é o país convidado.  Para já, é oficial a seleção de três das obras que vão marcar presença na competição de curtas-metragens.

"Percebes” é uma animação documental de Alexandra Ramires e Laura Gonçalves do BAP - Animation Studios. De acordo com o comunicado da Agência da Curta Metragem, as realizadoras explicam que "este filme nasceu da vontade de mostrar um Algarve com voz própria, que quer olhar para um outro lado do postal turístico: o lado de quem o vive durante todo o ano. Um elogio às pessoas, ao mar e à sua fauna, que estão a resistir às violentas transformações do turismo". Esta curta-metragem está também estará em competição no Animafest Zagreb, que decorre entre 3 e 8 de junho.

No programa Perspectives, compete "Amanhã Não Dão Chuva”, realizado por Maria Trigo Teixeira e coproduzido pela AIM Creative Studios (Portugal) e pela Wait-a-Second (Alemanha), conta a história de Oma. À medida que envelhece, a perceção de Oma começa a mudar. Enquanto a filha tenta adaptar-se à sua nova situação, ela parece afundar-se cada vez mais em si própria.

 "Mont Noir”, de Erica Haglund e Jean-Baptiste Peltier, com a participação da produtora portuguesa Animais também foi selecionado para a competição do festival francês. De acordo com a sinopse, inspira-se memórias de infância e também na obra da escritora Marguerite Yourcenar e conta a história de uma menina solitária e imaginativa cujo confronto com a morte a leva a escrever.

O cartaz oficial de Annecy foi desenhado pela realizadora portuguesa Regina Pessoa e durante o evento haverá 7 programas dedicados à animação portuguesa com curadoria de alguns especialistas nacionais, entre eles Fernando Galrito, diretor do Festival Internacional de Animação de Lisboa – Monstra.