Porto Femme vai contar com 126 filmes de mulheres em competição

17/04/2023
Durante 6 dias, de 18 a 23 de abril, serão apresentadas mais de uma centena de obras exclusivamente realizadas por mulheres de 41 países, 21 das quais são estreias internacionais e 36 estreias nacionais.
O festival internacional de cinema Porto Femme arranca amanhã, com o filme "Housemaid #2”, da da neerlandesa Roxanne Stam, no Batalha - Centro de Cinema, no Porto, um dos novos espaços a acolher esta 6.ª edição. Para amanhã está ainda prevista a exibição dos filmes "Shadow of the Butterflies”, uma coprodução luso-francesa de Sofia El Khyari, e "Vera Dreams of the Sea”, da realizadora Kaltrina Krasnic. 

Até dia 23 de abril, o Porto Femme exibe 126 filmes, de países tão distintos como as Honduras ou Kosovo, apresentando um programa que reflete a diversidade de géneros, temáticas e linguagens, com uma oferta que inclui sessões competitivas, mas também mostras, homenagens, oficinas, debates e conversas.

Entre os filmes da Competição Nacional, destacam-se "Pê”, de Margarida Vila-Nova, "O meu desejo”, de Inês Vieira, "O Banho”, de Maria Inês Gonçalves, "Deep Breath”, de Leonor Pacheco, "Hotel Royal”, de Salomé Lamas, "See You Later Space Island”, de Alice dos Reis, "A Casa para guardar o tempo”, de Joana Imaginário, "Cassandra Bitter Tongue”, de Ana Moreira, ou "Novíssimas Cartas Portuguesas”, de Irina Pampim e Cecília Honório.

Um dos destaques assinalados pela organização são as homenagens a duas mulheres que se destacam ou destacaram no panorama cinematográfico, designadamente a atriz portuguesa Adelaide Teixeira e a realizadora luso-sueca Solveig Nordlund. 

O Porto Femme também programa uma sessão especial dedicada às cineastas iranianas onde vai mostrar uma seleção de curtas-metragens recentes que exploram temas como o exílio, violência sexual, deslocamento, linhagens feministas familiares e não familiares e representações cinematográficas de intimidade.

O festival é composto pela Competição Nacional, Competição Estudantes, Competição Internacional, Competição XX Element e Competição Temática.

No âmbito do festival Porto Femme estão também programadas oficinas várias, com destaque para o ‘workshop’ intitulado "As multiformas possíveis do Eu no cinema”, com a formadora, poeta e guionista brasileira Maria Clara Escobar, nos dias 19, 20, 21 de abril, na Universidade Fernando Pessoa. 

O Porto Femme termina dia 23 de abril com uma cerimónia marcada para as 19:15 no Cinema Batalha, onde se vão conhecer os vencedores das várias competições.