Filmes portugueses no Festival de Veneza

28/07/2022
Icon artigo
"A Noiva", de Sérgio Tréfaut e o "Lobo e Cão", de Cláudia Varejão, têm estreia mundial agendada para o Festival Internacional de Cinema de Veneza, que começa a 31 de agosto. Será também exibida uma versão restaurada de "O Sangue" (1989), de Pedro Costa.
A longa-metragem de Sérgio Tréfaut será um dos 18 títulos em competição na próxima edição do festival italiano, na secção alternativa Horizontes, dedicada às novas expressões estéticas do cinema. Uma categoria em que o júri é presidido pela realizadora espanhola Isabel Coixet.

Segundo a distribuidora Leopardo Filmes, "A Noiva”, é inspirada em histórias reais de raparigas que se juntaram a combatentes do autoproclamado Estado Islâmico, retratando, em particular, "uma adolescente europeia que foge de casa para casar com um guerrilheiro do Daesh”. Três anos mais tarde, "vive num campo de prisioneiros no Iraque [] é mãe de dois filhos, está grávida” novamente, viúva, e prestes a enfrentar a justiça dos tribunais iraquianos. O elenco conta com Joana Bernardo, Hugo Bentes e Lola Dueñas.

O mais recente filme da realizadora Cláudia Varejão, "Lobo e Cão", também será visto pela primeira vez no Festival de Cinema de Veneza, na secção Giornate degli Autori.





Com produção da Terratreme e coprodução da francesa La Belle Affaire, esta longa-metragem de ficção, filmada em São Miguel, nos Açores, "leva-nos a conhecer a realidade insular através de Ana, o seu grupo de amigos e a sua família. Lobo e Cão cruza realidade e ficção, numa ode à comunidade queer desta ilha”, segundo o comunicado da produtora portuguesa.

Para criar a narrativa e forma deste filme, com um elenco de atores não-profissionais, a realizadora fez uma longa pesquisa com jovens e habitantes da ilha, provenientes de circunstâncias diversas.

Fora de competição estará "When the waves are gone”, do filipino Lav Diaz, uma coprodução minoritária com a portuguesa Rosa Filmes.

Por fim, também já foi comunicado que uma versão restaurada de "O Sangue" (1989), de Pedro Costa, será exibido na Semana da Crítica deste 79ª Festival de Cinema de Veneza, que se prolonga até 10 de setembro.


Esta obra, conta a história de dois irmãos que juram guardar um segredo e que para cumprirem a promessa vão ter de se separar um do outro. A fotografia é de Martin Schafer e o elenco inclui Pedro Hestnes, Nuno Ferreira, Inês de Medeiros, Luís Miguel Cintra, Canto e Castro e Isabel de Castro.

Esta versão de "O Sangue” foi selecionada também para o 60.º Festival de Cinema de Nova Iorque (Revivals Program), que começa a 30 de setembro, nos EUA.

Ana Rocha de Sousa vai fazer parte do júri do prémio "Luigi de Laurentiis", destinado a primeiras obras. Recorde-se que a primeira longa-metragem da realizadora portuguesa, "Listen”, estreou e arrecadou quatro prémios, incluindo o Leão do futuro neste evento, em 2020.
 

Utilização de cookies: Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses. Mais informações