Cláudia Varejão premiada em Veneza

09/09/2022
Icon artigo
“Lobo e Cão” venceu hoje o prémio principal da Giornate degli Autori, do Festival Internacional de Cinema de Veneza, que termina amanhã.
A longa-metragem da realizadora Cláudia Varejão foi distinguida em Itália com o principal prémio da Giornate degli Autori.

Com produção da Terratreme e coprodução da francesa La Belle Affaire, esta obra de ficção, filmada nos Açores, parte da história de Ana, que nasceu em São Miguel, uma ilha marcada pela religião e tradições, mas a sua convivência com o melhor amigo, Luís, que gosta tanto de vestidos como de calças, vai fazer com que questione o mundo que conhece.

"Lobo e Cão” é, de acordo com a sinopse divulgada, uma "ode encantada à comunidade queer da ilha”.



Para criar a narrativa e forma deste filme, com um elenco de atores não-profissionais, a realizadora fez uma longa pesquisa com jovens e habitantes da ilha, provenientes de circunstâncias diversas e acabou por misturar real e ficção.

O júri do Festival Internacional de Cinema de Veneza, presidido pela realizadora Céline Sciamma, e que conta com Karel Och, considerou que a mensagem desta história é extremamente importante e que a mistura de elementos documentais e ficcionais conferiu muita autenticidade ao filme.

O festival de Veneza termina amanhã, 10 de setembro.
 

Utilização de cookies: Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses. Mais informações