RTP2 estreia obras do Programa CPLP Audiovisual

03/05/2017
Entre 30 de abril e 23 de julho RTP2 estreia 13 obras de países CPLP.
Foi ontem apresentada, na Cinemateca, em Lisboa, a programação completa das 13 obras produzidas no âmbito do Programa CPLP Audiovisual a serem exibidas na RTP2.

Composta por nove documentários e quatro telefilmes de ficção, a programação arrancou no dia 30 de abril, com a exibição do telefilme moçambicano O DIA EM QUE EXPLODIU MABATA BATA, de João Luis Sol Carvalho, adaptado da obra de Mia Couto, e encerra a 23 de julho, com a estreia do documentário timorense A CRIANÇA ROUBADA, de Lurdes Pires.

O Programa CPLP Audiovisual – Programa de Fomento à Produção e Difusão de Conteúdos Audiovisuais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, foi iniciado em 2015 e apoiou 13 projetos de produção - nove documentários e quatro telefilmes de ficção – e quatro projetos de desenvolvimento de telefilmes de ficção, oriundos dos diferentes Países da CPLP.

Em Portugal, os projetos selecionados foram o documentário A CASA, do realizador Rui Simões e com produção da REAL FICÇÃO, e o telefilme de ficção O DIA EM QUE AS CARTAS PARARAM, de Cláudia Clemente, com produção da BANDO À PARTE.

As obras resultantes dos concursos lançados em 2015 estão a ser exibidas em todas as televisões de serviço público dos países integrantes do Programa CPLP Audiovisual: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

O evento de apresentação da programação foi conduzido por Catarina Furtado e contou com as presenças de Tiago Baptista (Diretor do Arquivo Nacional das Imagens em Movimento - ANIM, Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema), Filomena Serras Pereira (Presidente do Conselho Diretivo, Instituto do Cinema e do Audiovisual – ICA), Nuno Artur Silva (Conselho de Administração da RTP), Georgina Benrós de Mello (Diretora-Geral, Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP) e dos realizadores Rui Simões (A CASA) e Cláudia Clemente (O DIA EM QUE AS CARTAS PARARAM).

Conheça aqui a programação completa.