PALMARÉS DO DOCLISBOA 2016 JÁ FOi DIVULGADO

31/10/2016
“Calabria” e “Ama-San” foram os grandes vencedores desta 14ª edição.

A cerimónia de divulgação e entrega de prémios do Doclisboa decorreu no passado sábado à noite. Durante a sessão de encerramento ocorreu ainda a estreia mundial de "Nos Interstícios da Realidade ou o Cinema de António de Macedo”, de João Monteiro.

Nesta edição, Portugal está de parabéns: dos doze prémios, oito foram atribuídos a produções ou co-produções portuguesas. Na Competição Internacional o grande prémio foi para ‘Calabria’, de Pierre-François Sauter; um filme sobre um emigrante italiano na Suíça que, após a morte, será repatriado por dois emigrantes, um cigano e um português. ‘Sol Negro’ de Laura Huertas-Millán recebeu menção honrosa e o Prémio SPA foi para ‘Azayz’ de Ilias el Faris.

Na Competição Nacional o grande prémio foi para ‘Ama-San’ de Cláudia Varejão - uma viagem ao mundo das mergulhadoras japonesas que pescam ouriços e vieiras nas costas nipónicas. ‘A Cidade Onde Envelheço’, de Marília Rocha ganhou o Prémio Kino Sound Studio. ‘Correspondências’ de Rita Azevedo Gomes foi o grande vencedor do Prémio José Saramago.

Conheça todos os vencedores desta edição no site do Doclisboa.