LUÍS FILIPE ROCHA SERÁ HOMENAGEADO NO 16º FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DE MARTIL

16/12/2016
O realizador comemora, este ano, 40 anos de carreira cinematográfica e é um dos mais destacados cineastas portugueses.

O público recordará, certamente, o último filme de Luís Filipe Rocha: CINZENTO E NEGRO. No entanto, temos de recuar até 1976, ano do primeiro filme, BARRONHOS QUEM TEVE MEDO DO PODER POPULAR, para falar da sua extensa carreira. Nasceu em Lisboa, no ano de 1947, licenciou-se em Direito e, é na Universidade de Lisboa que experimenta o teatro, tendo sido ator no filme O RECADO, de José Fonseca e Costa.

Este ano, na 16ª edição do Festival Internacional de Cinema de Martil, será Luís Filipe Rocha o homenageado, num evento que decorre de 16 a 21 de Dezembro, na estância balnear da costa mediterrânea de Marrocos.

O festival faz parte da Plataforma dos 3 Continentes, que tem em Portugal a parceria do Festival Internacional de Cinema AVANCA. António Costa Valente, diretor do Festival de Avanca, integra o Júri internacional deste evento, em Marrocos.