HISTÓRIA DE PEDRO E INÊS VAI DAR EM FILME

03/02/2017
O realizador António Ferreira vai adaptar o romance trágico de Pedro e Inês para o grande ecrã. Uma história que até agora só foi exibida em teatro e bailado.

As rodagens de A TRANÇA DE INÊS, vão ter início entre março e abril. Um filme que será baseado na obra de Rosa Lobato de Faria com o mesmo nome e que será filmado em Coimbra.

Na abordagem para o cinema, o realizador optou por seguir mais "o mito do que a história factual" de Pedro e Inês, mantendo a ideia presente no livro de Rosa Lobato de Faria: o ressoar dessa mesma história, mas noutros tempos, "um tempo imaginário", disse à agência Lusa António Ferreira.

No argumento, já construído, a história será contada em três tempos diferentes, como explicou o realizador. O filme é todo narrado do ponto de vista de um "homem internado num hospital", que, sob o efeito de drogas, "tem visões", recordando três vidas diferentes”.

O filme A TRANÇA DE INÊS começou a ser delineado há dez anos, após o realizador António Ferreira ter lido o romance homónimo de Rosa Lobato de Faria. Este livro transmitiu-lhe "um certo caráter existencialista", que se inspira no mito de Pedro e Inês e que aborda a intemporalidade do amor.