GUIMARÃES CELEBRA O SOM NO CINEMA COM FESTIVAL INTERNACIONAL

10/10/2016
A 1ª edição do Guimarães Cinema e Som, que decorre até dia 15 de Outubro, pretende homenagear o cineasta Rob Rombout e sensibilizar o público para a valorização do cinema enquanto arte, no qual o som vai muito para além da música.

O Centro Cultural de Vila Flor e a Plataforma das Artes e Criatividade, foram os palcos escolhidos para acolherem o estreante Guimarães Cinema e Som, que se realiza em Guimarães até ao dia 15 de Outubro. Nesta edição inaugural, os 9 dias do Festival dividem-se numa secção competitiva (sendo ano exclusivamente preenchido por curtas-metragens), numa mostra não competitiva e ainda num segmento formativo.

Um dos marcos do festival é a homenagem que a organização decidiu fazer ao cineasta Rob Rombout, nome maior do documentário, através da Retrospectiva Rob Rombout. A seleção de filmes em contexto não competitivo divide-se em cinco rubricas ao serviço da cinefilia: Retrospectiva Rob Rombout, Manhãs Cinema Som, Mudam-se os Tempos, Sonoras Qualidades e À Moda da Casa. Em competição, vão estar 30 títulos, todos vindos de fora.

Para valorizar a participação do público, o Guimarães Cinema Som quer que sejam os espectadores os responsáveis pela atribuição de dois prémios: Prémio Guimarães Júnior e Prémio do Público. Assim, na sessão Palmarés Curtas-metragens, ocorrerá a exibição de todos os filmes premiados e a apresentação dos escolhidos pelo júri internacional do Guimarães Cinema Som.