FESTIVAL DE BUCARESTE DISTINGUE DOIS REALIZADORES PORTUGUESES

04/04/2017
Terminou no dia 2 de abril o Festival Internacional de Cinema Experimental de Bucareste. Neste evento foram distinguidos os realizadores Diogo Costa Amarante e Gabriel Abrantes.

A 7ª edição do Festival Internacional de Cinema Experimental de Bucareste premiou duas curtas-metragens portuguesas: Diogo Costa Amarante venceu o Prémio de Melhor Realizador com CIDADE PEQUENA e o filme de Gabriel Abrantes, A BRIEF HISTORY OF PRINCESS X, foi distinguido com uma Menção Especial do Júri.

Depois de ter conquistado o Urso de Ouro na Berlinale, Diogo Costa Amarante venceu o prémio de melhor realizador, no Festival Internacional de Cinema Experimental de Bucareste, com o filme CIDADE PEQUENA. O prémio, segundo anunciou a organização, distingue uma "montagem muito poética e narrativa de uma obra que aborda as questões da morte e da consciência no contexto de uma relação entre mãe e filho".

Já o filme A BRIEF HISTORY OF PRINCESS X foi distinguido pelo júri pela "capacidade de condensar uma profunda parábola artística e social numa narrativa construída com precisão, que combina a seriedade da história com uma abordagem humorística”.

O Festival Internacional de Cinema Experimental de Bucareste decorreu entre 28 de março e 2 de abril, na capital da Roménia.