FÁBRICA DE NADA VENCE EM MUNIQUE

03/07/2017
Obra de Pedro Pinho recebe o seu segundo prémio internacional, no Festival de Cinema de Munique.

A FÁBRICA DE NADA, do realizador Pedro Pinho, continua a impressionar os jurados dos festivais internacionais. Desta vez, foi o Festival de Cinema de Munique, na Alemanha, que se rendeu à longa-metragem portuguesa, que já havia sido galardoada em Cannes.

A obra recebeu o prémio de Melhor Filme na secção CineVision do festival, exclusiva a primeiros e segundos filmes de realizadores internacionais. Para além de A FÁBRICA DE NADA, outras onze obras competiam pelo prémio de 12.000€.

Segundo o júri do festival, o filme de Pedro Pinho é "um drama comovente, um musical peculiar, um documentário preciso, um ensaio desafiador — compre quatro por um com este excelente filme em tempos de turbo capitalismo".

A co-produção LOS PERROS, de Marcela Saïd — co-produzida pela portuguesa Terratreme — que também competia na secção CineVision, mereceu uma menção especial do júri.

O festival teve início a 22 de junho e terminou a 1 de julho, dia em que foram anunciados os vencedores. A lista completa de obras premiadas no Festival de Cinema de Munique pode ser consultada no website oficial do evento.