'CINZENTO E NEGRO' ESTREIA AMANHÃ EM LISBOA E NO PORTO

18/05/2016
O percurso comercial do filme de Luís Filipe Rocha começa a 19 de maio, em Lisboa e no Porto.

A longa-metragem "Cinzento e Negro” é uma ficção passada nos Açores, inspirada nas tragédias gregas. Luís Filipe Rocha começou o trabalho nesta obra motivado pelo momento em que testemunhou uma mulher com uma bota ortopédica e carregada com sacos, enquanto um homem a acompanhava de mãos nos bolsos.

A reflexão sobre as tragédias gregas, que o realizador considera serem "um instrumento de análise da alma humana”, resultou na conceptualização do tema trágico para esta obra.

"Cinzento e Negro” já passou por inúmeros festivais, tanto em Portugal como no estrangeiro, e já conta com alguns prémios. Foi o grande vencedor do Figueira Film Art - Festival de Cinema da Figueira da Foz, ao arrecadar os prémios de Melhor Longa-Metragem, Melhor Argumento (Luís Filipe Rocha), Melhor Realização (Luís Filipe Rocha, ex-aequo), Melhor Atriz Principal (Joana Bárcia) e Melhor Fotografia (André Szankowski). No festival Caminhos do Cinema Português, ganhou o Prémio do Público, e venceu nas categorias de Melhor Ator (Filipe Duarte) e de Melhor Banda Sonora Original (Mário Laginha).

Já na noite de antestreia, dia 9 de maio, cerca de 500 convidados, entre os quais atores, realizadores e produtores, encheram as duas salas do cinema Medeia Monumental, em Lisboa, reforçando o valor desta obra no panorama cinematográfico nacional.

Coproduzida pela Fado Filmes (Portugal) e pela Luz Mágica Produções (Brasil), a longa de Luís Filipe Rocha contou com o apoio da ANCINE, do Ibermedia, do ICA e do Governo Regional dos Açores, e ainda da Lisboa Film Comission/Câmara Municipal de Lisboa e da SATA

 

Galeria Multimédia