CINEMATECA ABRE CICLO NOVOS OLHARES DO CINEMA PORTUGUÊS

03/03/2017
Assista ao Ciclo de cinema que começa hoje e decorrerá até maio. Este evento vai mostrar a variedade de propostas da nova geração de realizadores portugueses.

O filme ARENA, que valeu a João Salaviza a Palma de Ouro em 2009, em Cannes, abre esta sexta-feira o Ciclo Novos Olhares, que a Cinemateca dedica ao cinema português até maio, em Lisboa. O ciclo é ele mesmo uma pergunta, como escreve a Cinemateca na nota de programação: "Para onde estão a ir os novos realizadores portugueses?”.

Até maio, assista a uma viagem pelo novo cinema, onde também integram as produtoras nacionais como a Terratreme, O Som e a Fúria ou a Vende-se Filmes, numa reflexão sobre a variedade e multiplicidade de propostas atuais, tanto ao nível da ficção como do documentário, por parte de toda uma geração de jovens realizadores.

Ao longo deste mês vão ser exibidos mais de 30 filmes, que refletem um universo muito amplo e dificilmente demarcável, de realizadores que nasceram no período histórico pós-1974 e exibiram o seu cinema já depois da viragem do século. Para o mês de março, depois de João Salaviza, seguir-se-ão sessões dedicadas a André Príncipe, Gonçalo Tocha, Mário Fernandes, Nathalie Mansoux, Christine Reeh, Pedro Filipe Marques, Filipa Reis e João Miller Guerra, Leonor Teles, Cláudia Alves, Miguel Gonçalves Mendes, Inês Oliveira, Susana Nobre, Leonor Noivo, Márcio Laranjeira, Tiago Hespanha e Frederico Lobo, Pedro Peralta, João Rosas, Miguel Seabra Lopes e Karen Akerman, Aya Koretzky e Filipa César.

Acompanhe a programação deste ciclo e assista ao trabalho de jovens cineastas portugueses. A par deste programa, para o mês de março, tem ainda um dos filmes americanos de Ernst Lubitsch e a obra do cineasta catalão Pere Portabella para assistir.