BALADA DE UM BATRÁQUIO GANHA EM HONG KONG

04/04/2016
Balada de um Batráquio recebe o Prémio para Melhor Curta-metragem no Festival Internacional de Cinema de Hong Kong.
O filme Balada de um Batráquio de Leonor Teles acaba de ganhar o Prémio Firebird da Competição Internacional de curtas-metragens no Festival Internacional de Cinema de Hong Kong.
O filme competia com mais dezanove outras curtas internacionais no mais importante festival de cinema da Ásia.
Balada de um Batráquio estreou mundialmente em Fevereiro no Festival de Berlim onde foi premiado com o Urso de Ouro para melhor curta-metragem. A presença em Hong Kong marcou a sua estreia asiática.

O júri composto por John Canciani, Kiki Fung e Amos Why mencionou que "Por detrás de um filme aparentemente simples, está uma narrativa inteligente e profunda que oferece uma alegoria histórica e política capaz de articular uma mensagem humanística importante através do humor. Balada de um Batráquio lembra-nos o poder do cinema para ser livre, inventivo e para falar dos oprimidos.”

Leonor Teles conta-nos que a Balada  "nasce aquando de uma revelação – a tradição portuguesa de colocar sapos de loiça à entrada de restaurantes e outros estabelecimentos comerciais para afastar e impedir a frequência de pessoas ciganas. Através da minha história pessoal pretendi chamar a atenção para um comportamento crescente que se aproveita da crença e da superstição como forma de menosprezar e distanciar outros seres humanos".

O filme será  apresentado em Portugal no Festival IndieLisboa que vai decorrer de 20 de Abril a 1 de Maio e estreia comercialmente a 28 de Abril.