PORTUGAL REPRESENTADO NO CINEMA DU RÉEL COM TRÊS FILMES

19/02/2016
O festival francês Cinéma du Réel selecionou três filmes portugueses para integrar a secção competitiva e não competitivada edição deste ano
O certame divide-se em quatro secções competitivas: Competição Internacional, Competição Francesa, Competição Internacional Primeiros Filmes e Competição Internacional de Curtas.
 

CLÁUDIA VAREJÃO NOS PRIMEIROS FILMES

O anúncio da lista de filmes selecionados para o Cinéma du Réel 2016 aconteceu ontem e trouxe boas notícias para o cinema de origem portuguesa. No Escuro do Cinema Descalço os Sapatos, de Cláudia Varejão, foi uma das películas a receber a boa nova.

Selecionado para a Competição Internacional Primeiros Filmes, trata-se de um documentário com duas horas repletas de movimento. Tem como protagonistas os elementos da Companhia Nacional de Bailado, cujo trabalho a realizadora e a assistente de som Adriana Bolito acompanharam ao longo de um ano. O título do filme é emprestado por um poema de Adília Lopes.

Nas palavras da realizadora, "este filme acompanha por um lado as criações, estreias e digressões da companhia de dança mais antiga do país e por outro, o trabalho silencioso e estrutural de cada bailarino.”





JOÃO MILLER GUERRA E FILIPA REIS NAS CURTAS

Também a secção de Competição Internacional de Curtas conta com um representante luso: Fora da Vida (On the Side), de João Miller Guerra e Filipa Reis. O filme é descrito no website da respetiva produtora, a Vende-se Filmes, como "um retrato possível de Portugal em 2015. Uma época em que para uns já não há trabalho e para outros já não há tempo livre.”

A curta documental da dupla portuguesa integrou a seleção de certames como o Indielisboa e a 8.ª Janela Internacional de Cinema do Recife, decorridos em 2015, sendo que estará também presente no festival Córtex, que decorre por estes dias em Sintra.





OUTROS FILMES FALADOS EM PORTUGUÊS

A seleção deste ano do Cinéma du Réel inclui ainda três filmes de realizadores brasileiros, dois dos quais integram as mesmas secções competitivas que as produções lusas. São eles Taego Awa, de Marcela Borela e Henrique Borela, nos Primeiros Filmes, e Há Terra, de Ana Vaz, nas Curtas. Também O Futebol de Sérgio Oksman será exibido no âmbito de uma sessão especial à margem da competição.
Igualmente numa sessão especial será exibido o documentário português "A Casa das Mães", de Philippe Costantini, produzido pela C.R.I.M..










O Cinéma du Réel foi criado em 1979 como festival internacional de índole etnográfica e sociológica. Organizado pela Bibliothèque Publique d’Information do Centre Pompidou, o certame mescla documentário, ensaio e experimental, numa seleção que procura refletir a diversidade de géneros e abordagens cinematográficas de todo o mundo, reservando também um espaço especial para a descoberta de jovens talentos.

No total serão 41 os filmes em competição no festival francês. O Cinéma du Réel acontece de 18 a 27 de março em Paris, em locais como o Centre Pompidou e o Forum des Images.

Galeria Multimédia