Apoios Internacionais

 
O ICA encontra-se representado em diversas organizações internacionais que promovem programas de apoio que visam o desenvolvimento do sector cinematográfico e audiovisual nas respectivas regiões do mundo. 

É o caso do EURIMAGES, EFP European Film Promotion e Media 2007, no continente Europeu e do IBERMEDIA que abrange a comunidade de países ibericos e latino-americanos.
  • Conselho da Europa


    O ICA encontra-se representado em diversas organizações internacionais que promovem programas de apoio que visam o desenvolvimento do sector cinematográfico e audiovisual nas respectivas regiões do mundo. 

    É o caso do EURIMAGES, EFP European Film Promotion e Europa Criativa, no continente Europeu e do IBERMEDIA que abrange a comunidade de países ibericos e latino-americanos.
     
  • Eurimages


    O EURIMAGES é um fundo de apoio ao cinema europeu (apoios à co-produção e – no caso dos países que não participam no Programa Media Plus, da União Europeia - à distribuição e exibição) no qual participam actualmente 33 dos 45 países que são membros do Conselho da Europa. Esses 33 países são os seguintes: Alemanha, Antiga República Jugoslava da Macedónia, Áustria, Bélgica, Bulgária, República Checa, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Noruega, Países Baixos, Polónia, Portugal, Roménia, Suécia, Suíça, Turquia, Sérvia, Bósnia e Herzegovina.

    O apoio financeiro à co-produção tem a forma de adiantamento sobre receitas e as condições básicas necessárias para a elegibilidade de um projecto são as seguintes:

    - Tratar-se de longas metragens de ficção, animação ou documentários, com uma duração mínima de 70 minutos, destinados a uma primeira exploração em sala.

    - Haver participação de, pelo menos, dois co-produtores de diferentes Estados-membros do Fundo.

    - O produtor maioritário não deverá ter uma participação superior a 80% e o minoritário nunca inferior a 10%, salvo no caso de co-produções bilaterais de orçamento superior a 5 milhões de euros, em que a parte do co-produtor maioritário pode ir até 90%.

    - A participação de co-produtores de Estados que não sejam membros do Fundo não pode ultrapassar 30%. O financiamento proveniente de fontes de países não membros do Fundo não pode ser superior a 49% e, em qualquer caso, o financiamento proveniente de um mesmo Estado não membro do Fundo não pode ser superior a 30%.

    - Para além da origem dos financiamentos e da propriedade e direcção das empresas produtoras, o carácter europeu dos projectos tem de ser demonstrado em função de determinados critérios indicados nas Regras de candidatura, nomeadamente com base numa grelha de pontos.

    - Os projectos têm de se apresentar com um mínimo de 50% do respectivo financiamento confirmado. Cada projecto deve contar, no seu financiamento, com, pelo menos, um apoio financeiro público ou com uma pré-venda a uma estação de televisão.

    Cada projecto pode ser inscrito e retirado da ordem do dia das reuniões de selecção um máximo de três vezes. Um projecto que seja rejeitado pelo Comité de Direcção não pode voltar a ser apreciado.

    Os principais critérios de selecção são os seguintes: qualidade artística do projecto; experiência do realizador, dos produtores e das equipas artística e técnica; potencial de circulação do projecto; potencial comercial do projecto; cooperação artística e/ou técnica entre os produtores; grau de financiamento confirmado.

    Acrescem outras condições de participação, tais como a de que a rodagem só deve ter início após a reunião do Comité de Direcção do Fundo na qual a candidatura em causa é apreciada.

    Há, em geral, cinco períodos de candidatura por ano. Os apoios concedidos não podem ser superiores a 15% do orçamento de produção de cada projecto, até um máximo absoluto de 700.000 euros, ou, no caso de projectos de orçamento inferior a 1,5 milhões de euros, até 20% desse orçamento.

    O orçamento anual do Fundo é de aproximadamente 20 milhões de euros, destinados, na maior parte, ao apoio a co-produções. O montante disponível é repartido por cinco reuniões anuais de selecção.

    Nos termos do artigo 3.7 das Regras do Fundo relativas ao apoio a Co-produções, os candidatos devem contactar previamente, com a maior antecedência possível, os respectivos representantes nacionais no Comité de Direcção de Eurimages, sob pena de não inclusão dos projectos na ordem do dia.

    Contactos no ICA:
    Nuno Fonseca: nuno.fonseca@ica-ip.pt
    Para mais informações: www.coe.int/t/dg4/eurimages/default_en.asp
     
  • European Film Promotion


    Portugal, através do ICA, é membro da European Film Promotion (EFP), entidade que foi criada em 1997, com o objectivo de desenvolver e reforçar a promoção e distribuição do cinema europeu, a nível mundial.

    Possui neste momento 33 membros, que representam 34 países e as suas actividades têm vindo a merecer o apoio do Programa MEDIA da União Europeia.

    A EFP tem organizado vários acontecimentos nos maiores festivais internacionais: Shooting Stars, em Berlim (Festival Internacional de Cinema de Berlim).

    O objectivo desta actividade é a promoção de jovens actores, lançando-os no mercado internacional (apresentação à comunicação social, a agentes e a outros profissionais do sector).

    Portugal esteve representado por Beatriz Batarda, Ana Moreira, Diogo Infante, Rita Durão, Francisco Nascimento, Alexandre Pinto, Carla Bolito, Leonor Baldaque, Ângelo Torres, Marisa Cruz, Nuno Lopes e Afonso Pimentel.

    Shooting Stars Touring


    Na sequência do sucesso alcançado pelo Shooting Stars, a EFP lançou um programa que adapta o conceito e linha promocional seguidas em Berlim, transpondo-as para outros festivais.

    Desde 2002, a EFP selecciona anualmente diferentes parceiros, que apresentam os novos actores à imprensa e público locais.

    Producers on the Move, em Cannes (Festival Internacional de Cinema de Cannes)


    Este projecto, lançado em 2000, visa a promoção de produtores europeus, de actividade recente, que se tenham distinguido durante o ano anterior no seu ramo (longa metragem seleccionada para um festival de classe A, êxito de bilheteira no seu país ou distribuição noutros países).

    Participaram neste projecto Raquel Freire, Amândio Coroado, Francisco Villa-Lobos, Maria João Sigalho, Pandora da Cunha Telles, Fernando Vendrell, Alexandre Valente, Luís Urbano, Leonel Vieira, Rodrigo Areias, João Figueiras e João Trabulo.

    Acções de promoção conjuntas nos Festivais de Karlovy Vary, Busan e Toronto. Estes festivais têm dado facilidades à participação da European Film Promotion, através da comparticipação nas despesas de alojamento, bem como proporcionando espaços para as actividades de promoção e divulgação da Associação; Participação no American Film Market Facilidades na participação de produtores e agentes de vendas europeus (comparticipação nas despesas de inscrição).

    Industry Screenings in New York


    Iniciativa lançada em 2005 que consiste na apresentação filmes europeus, em de lotes de quatro, no Tribeca Film Center a compradores, com o objectivo de fomentar a comercialização de obras europeias no mercado norte-americano.

    Paralelamente, a EFP colabora com festivais de Sundance, Guadalajara, FILMART (Hong Kong), Xangai, Toronto, São Paulo, American Film Market e Busan - Asian Film Market, no âmbito do Film Sales Support, um mecanismo de apoio financeiro criado em 2004, que visa o fomento da comercialização de obras europeias nas regiões onde decorrem esses festivais.

    Contacto no ICA

    Vítor Pinheiro
    email: vitor.pinheiro@ica-ip.pt
    www.efp-online.com
     
  • Cooperação Ibero-Americana


    Ibermedia


    O Fundo Ibero-americano de ajuda IBERMEDIA foi criado em Novembro de 1997, com base nas decisões tomadas quando da realização da Cimeira Ibero-americana dos Chefes de Estado e de Governo, realizada em Margarita, Venezuela, sendo que se constituiu como um fundo financeiro multilateral de fomento à actividade cinematográfica no espaço ibero-americano.

    O Fundo IBERMEDIA encontra-se, actualmente, ratificado por 14 países membros e observadores da Conferência de Autoridades Cinematográficas da Ibero-América – CACI, que financiam o Programa: Argentina, Brasil, Bolívia, Colômbia, Cuba, Chile, Espanha, México, Panamá, Perú, Portugal, Porto Rico, Uruguai e Venezuela.

    O Fundo IBERMEDIA concede apoios financeiros sob a forma de empréstimos, sendo os seus objectivos os seguintes:

    • Promoção através de assistência técnica e financeira, o desenvolvimento de projectos de co-produção apresentados por produtores independentes ibero-americanos, incluindo o aproveitamento do património audiovisual;
    • Apoio às empresas de produção ibero-americanas capazes de desenvolver os mencionados projectos;
    • Fomento da integração das empresas ibero-americanas do ramo audiovisual em redes supranacionais;
    • Incremento da distribuição e promoção de filmes ibero-americanos;
    • Fomento da formação e do intercâmbio dos profissionais da indústria audiovisual ibero-americana.

    A actividade do IBERMEDIA assenta em 4 programas, abertos por concurso público, 2 vezes por ano:

    1. Distribuição e promoção


    Objectivos:

    - Distribuição de obras cinematográficas ibero-americanas.
    - Realização de filmes de anúncio ("trailers") e material publicitário, compra de espaços publicitários, organização de estreias e promoção, legendagem ou dobragem elaboração de cópias para a participação em festivais ou mercados, etc.

    Beneficiários:
    - Empresas de distribuição independentes registadas em algum destes países membros do Programa IBERMEDIA.

    Apoio:
    - O valor concedido não poderá exceder em nenhum caso, os 50 % do orçamento de distribuição e promoção por título.

    O valor máximo que se pode conceder por filme é de U$ 30.000. Dois terços (2/3) do apoio financeiro serão concedidos como um empréstimo reembolsável. O restante terço (1/3) como um subsídio.

    2. Desenvolvimento


    Objectivos:

    Apoio a projectos de desenvolvimento ou seja à pré-produção, propriamente dita ou à filmagem de uma obra audiovisual.

    Beneficiários:
    - Empresas de produção independentes ibero-americanas dos Estados membros do Programa IBERMEDIA, e registadas num destes países.

    Apoio:
    - A quantia concedida não poderá ser, em nenhum caso, superior a 50% do orçamento total do desenvolvimento do projecto e o valor máximo da ajuda é de US$15.000 por projecto, sob a forma de empréstimo reembolsável.

    3. Co-produção


    Objectivos:
    - Apoio a projectos de produção de longas-metragens de ficção (com uma duração mínima de 70 minutos) e documentários (com uma duração mínima de 45 minutos).

    Beneficiários:
    - Empresas produtoras independentes ibero-americanas, e registadas num dos países membros do Programa IBERMEDIA.

    Apoio:
    - Empréstimos reembolsáveis destinados a cada co-produtor em função da sua percentagem de participação financeira na co-produção. Será concedido em três prestações. O valor do empréstimo concedido não excederá US$ 200.000 nem ultrapassará 50 % do orçamento total.

    4. Formação


    Objectivos:
    - Apoio a projectos de formação no âmbito da gestão financeira e comercial, novas tecnologias, técnicas de escrita de guiões e técnicas em arquivo, conservação e restauração de material fílmico.

    Beneficiários:
    - Empresas e organizações registadas num dos países participantes, cujas actividades de formação contribuam para alcançar os objectivos mencionados.

    Apoio:
    - O apoio a atribuir não poderá exceder em nenhum caso 50% do orçamento da actividade de formação a realizar. O candidato deverá garantir a parte de financiamento não coberta pelo IBERMEDIA. A importância máxima que poderá ser concedida é de US $ 50.000.

    Para mais informações consulte o site: www.programaibermedia.com

    Contacto no ICA:
    Paulo Gonçalves
    email: paulo.goncalves@ica-ip.pt 
     
  • Centro de Informação Europa Criativa


    O programa Europa Criativa é o programa da União Europeia de apoio aos sectores cultural e criativo. O novo programa congrega os anteriores programas Cultura, MEDIA e MEDIA Mundus (2007-2013), teve início a 1 de Janeiro de 2014 e estará em vigor até 31 de Dezembro de 2020.

    O programa Europa Criativa congrega dois subprogramas : o subprograma MEDIA (de apoio aos sectores cinematográfico e audiovisual) e o subprograma CULTURA (dirigido às restantes expressões artísticas). Cada um dos subprogramas integra várias linhas de financiamento orientadas para diferentes tipos de projectos.

    O Centro de Informação Europa Criativa tem por objecto a difusão da informação sobre o Programa Europa Criativa junto dos profissionais dos sectores cultural e criativo, a promoção e divulgação do acesso ao mesmo e a prestação de apoio a candidatos ou outros interessados nas actividades do Programa.

    O novo programa está estruturado do seguinte modo:

    •    Subprograma "Media” destinado aos sectores do Cinema e do Audiovisual;

    •    Subprograma "Cultura” destinado ao sector cultural;

    •    Vertente intersectorial, que compreende: um mecanismo financeiro de garantia destinado às PME’s dos sectores cultural e criativo, a implementar não antes de 2016; os prémios europeus e as capitais europeias da cultura; o apoio à rede de Centros de Informação Europa Criativa.

    O enquadramento financeiro para a execução do Programa durante o período compreendido entre 1 de janeiro de 2014 e 31 de dezembro de 2020 é de 1.462,7 milhões de euros, repartido do seguinte modo:

    •    56 % para o subprograma MEDIA;

    •    31 % para o subprograma Cultura;

    •    13 % para a vertente intersectorial.

    Consulte o website do Centro de Informação Europa Criativa – CIEC, www.europacriativa.eu , onde poderá encontrar informação sobre as linhas de financiamento, critérios de elegibilidade e de avaliação, bem como informações sobre as aberturas de concursos e outras actividades desenvolvidas pelo CIEC.

    Aconselhamos também a visita à página no facebook do CIEC em www.facebook.com/europacriativaportugal, na qual divulgamos todas as actividades e últimas novidades do Programa.

    O CIEC poderá ser contactado através dos endereços de correio electrónico:

    Subprograma MEDIA : Manuel Claro manuel.claro@europacriativa.eu

    Subprograma CULTURA: Susana Costa Pereira susana.costapereira@europacriativa.eu

    Centro de Informação Europa Criativa
    Praça Bernardino Machado, 4, 1750-042 Lisboa
    http://www.europacriativa.eu
    www.facebook.com/europacriativaportugal